Alumínio, nossa matéria-prima

Produtos

O óxido de alumínio (alumina) foi utilizado pela primeira vez em 6.000 a. C., na Pérsia, na produção manual de potes e recipientes de argila, porém a presença do material ainda era desconhecida. Em 1809, Humphrey Davy conseguiu provar a existência do alumínio e, em 1821, o francês P. Berthier descobriu, no sul da França, um minério avermelhado, contendo 52% de óxido de alumínio, a bauxita, minério mais comum de alumínio. Finalmente, em 1825, o físico dinamarquês Hans Christian Oersted consegue isolar o alumínio, obtendo-o na forma como é conhecido hoje. Em 1886, tornou-se público o processo de obtenção do alumínio, o que permitiu o estabelecimento da indústria global de alumínio.

Amplamente utilizado na indústria, o alumínio tem entre suas principais características:

  • leveza;
  • alta resistência;
  • condutibilidade elétrica e térmica;
  • resistência à corrosão;
  • reciclabilidade (o alumínio é infinitamente reciclável).

Tudo isso possibilita seu uso em diversos segmentos, como meios de transporte, embalagens, construção civil, indústria automotiva, transmissão elétrica, entre outros.

Latinhas

Se você quer saber mais sobre o alumínio e suas aplicações, consulte os sites:
www.abal.org.br e www.escolhaaluminio.com.br